10 de maio de 2013

Via Dutra tem o menor índice de vítimas fatais em 17 anos


Em 2012, a Via Dutra apresentou o menor índice de vítimas fatais desde 1996, ano em que a CCR NovaDutra assumiu a administração da rodovia. Neste período, as mortes na rodovia foram reduzidas de 520 ocorrências, registradas em 1996, para 195, registradas em 2012, o que significa queda na ordem de 62%. Os números mostram a eficácia da série de medidas tomadas desde o início da Concessão para a diminuição dos acidentes graves e, em consequência, das vítimas fatais na Dutra, o que sempre foi um ponto primordial na atuação da Concessionária.


Quando assumiu a administração da Via Dutra, em março de 1996, a CCR NovaDutra deparou-se com uma rodovia em estado precário, com pontos de travessia em nível, inexistência de muros de separação de pistas, sinalização deteriorada e pistas esburacadas. Dezessete anos depois, além de ter sido transformada em uma rodovia segura, a Dutra oferece assistência médica e mecânica 24 horas aos motoristas e passageiros que a utilizam a trabalho ou a passeio.


A redução no número de vítimas fatais confirma o acerto da política de investimentos da empresa e a instalação de radares ao longo da Via Dutra. Obras de segurança aliadas a melhorias permanentes de pavimento e sinalização, ampliação da capacidade de tráfego da rodovia, campanhas de segurança para motoristas e pedestres, e a instalação de controle de velocidade foram fundamentais para combater a violência dos acidentes.


Hoje, são 58 pontos de controle de velocidade instalados ao longo da rodovia. A implantação de radares fixos, iniciada em 2009, teve como origem um estudo técnico realizado pela CCR NovaDutra e aprovado pela ANTT, atendendo à legislação vigente. A operação do sistema de controle de velocidade da CCR NovaDutra complementa o trabalho realizado pela Polícia Rodoviária Federal de fiscalização com radares móveis.


Mesmo tendo havido esta redução no número de vítimas fatais, a CCR NovaDutra não está satisfeita, e trabalha incansavelmente para diminuir ainda mais a quantidade de mortes na Via Dutra. Os números dos primeiros meses de 2013 acompanham ao mesmo período de 2012, e a Concessionária espera chegar ao fim do ano com números ainda menores que os do ano passado.


Mais notícias no site: www.destaquepopular.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário