11 de maio de 2013

Funcionário de escola é preso ao instalar câmera no banheiro de alunas


Um funcionário da Escola Britânica, com unidades na zona sul e oeste do Rio de Janeiro, foi preso em flagrante ontem após a descoberta de um telefone celular com câmera no banheiro feminino da escola localizada no bairro da Urca.


Os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) analisam um computador e três pen drives apreendidos na casa do faxineiro da escola, Marco Antônio Souza Santos, 31. O suspeito mora em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.


O diretor da escola, John Nixon, informou, através de um comunicado em inglês, na página oficial da escola na internet, que o tema vem sendo acompanhado pelo advogado da unidade e que "não vai tolerar comportamentos inadequados" entre os funcionários.


O telefone celular que pertenceria a Santos, segundo a polícia, estava acoplado em uma lixeira. Duas adolescentes, de 13 e 14 anos, respectivamente, foram filmadas.


A Escola Britânica tem cerca de 2.000 alunos de 60 nacionalidades. No Rio, a escola tem unidades na Urca (onde ocorreu o incidente), em Botafogo, ambas na zona sul da cidade, além da Barra da Tijuca, na zona oeste.


A reportagem não conseguiu localizar os advogados de Santos.


Mais notícias no site: www.destaquepopular.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário