2 de junho de 2014

Tribuna livre é rejeitada por vereadores de Volta Redonda


A Câmara de Volta Redonda rejeitou, na sessão da noite desta segunda-feira, a criação da Tribuna Livre. O projeto, de autoria do vereador Jari (PT), foi recusado por 11 votos a quatro.


Esta é a terceira vez que um parlamentar tenta aprovar o projeto de resolução para dar a oportunidade da participação popular no Legislativo de Volta Redonda. Paulo Baltazar (PRB), no início da década de 1990, foi o primeiro. Na legislatura passada, foi a vez do atual vice-prefeito, Carlos Roberto Paiva (PT).


Antes da votação, Jari afirmou que a Tribuna Livre já existe em algumas câmaras de cidades da região, como Pinheiral e Barra Mansa, "e está sendo um sucesso".


- Vivemos em um país democrático - salientou o autor, cujo projeto previa que duas pessoas poderiam usar a tribuna durante dez minutos, a partir de uma série de critérios. Ele não conseguiu, no entanto, convencer a maioria.


Desta vez votaram a favor, além de Jari, apenas Fernando Martins (PSDC), José Jerônimo (PSC) e Jorginho Fued (PDT).


Contra se posicionaram Tigrão (PMDB), Simar (PSB), Francisco Novaes (PP), Francisco Chaves (DEM), José Augusto (PDT), Neném (PCdoB), Pedro Magalhães (PSDB), Maurício Batista (PTN), Adão Henrique (Solidariedade), América Tereza (PMDB) e Dinho (PV), que presidiu a sessão.


Mais notícias no site: http://www.destaquepopular.com.br/13063/Tribuna-livre-e-rejeitada-por-vereadores-de-Volta-Redonda.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário