7 de maio de 2015

Mais de 21 mil eleitores já fizeram o recadastramento biométrico no estado


No estado do Rio, mais de 21,8 mil eleitores já realizaram o recadastramento biométrico, tecnologia que torna as eleições mais seguras, ao impedir que uma pessoa vote no lugar de outra. Para saber se está apto a fazer o procedimento, que está disponível em 17 municípios e 21 zonas eleitorais da capital, o eleitor deve acessar www.tre-rj.jus.br/consulta_biometria. No momento, o procedimento não é obrigatório, mas a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores que residem nos locais onde o serviço é oferecido o façam o quanto antes. O objetivo é evitar filas no futuro e possibilitar a votação em 2016 com urnas biométricas.


O primeiro município a iniciar o recadastramento no estado neste ano foi Duque de Caxias, que começou a recolher as digitais de seus eleitores em 24 de março. Nas semanas seguintes, os kits biométricos foram inaugurados em Vassouras, Volta Redonda, Seropédica, Trajano de Morais, Cachoeiras do Macacu, Maricá, Miracema, Teresópolis, Carmo, São Fidélis, Campos dos Goytacazes, Rio das Ostras, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema, além de 21 dos 97 cartórios do município do Rio. No total, 2,8 milhões de eleitores estão aptos a fazer a biometria.


Para fazer a biometria, o eleitor deve se dirigir à zona eleitoral que atende sua área de residência levando documento de identidade original e dentro da validade e comprovante de residência atual. No caso de alteração do nome, é necessária, ainda, a apresentação de documento que comprove a mudança dos dados, como certidão de casamento ou sentença judicial. Os eleitores do sexo masculino maiores de 18 anos que forem tirar a primeira via do título devem levar também o comprovante de quitação militar. O horário de funcionamento das zonas eleitorais é de segunda a sexta-feira, das 11 às 19 horas.


Mais notícias no site: http://www.destaquepopular.com.br/16860/Mais-de-21-mil-eleitores-ja-fizeram-o-recadastramento-biometrico-no-estado.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário