10 de abril de 2015

Comerciante que catava alimentos no lixo é transferida para carceragem de Bangu no, Rio


O delegado titular de Volta Redonda Luis Maurício Armond mostrou para a imprensa no final da manhã desta sexta-feira, por volta de 11 horas, fotos e vídeos, onde a empresária Jane Aparecida Lima, de 57 anos, que é sócia de duas irmãs de dois restaurantes em Volta Redonda, catando alimentos no lixo de um supermercado, no bairro Retiro, para servir em seus restaurantes há quase um mês.


As irmãs, segundo o delegado não sabiam dos procedimentos de Jane, que foi flagrada por dois policiais que filmaram e registraram a prisão da suspeita. Jane confessou para o delegado que as verduras e legumes descartados pelo supermercado eram lavados para que os funcionários da cozinha não percebessem a origem.


Além do restaurante na Rua Major Aguiar, no Centro, onde Jane foi presa, o Cheff tem uma filial no Aterrado. Os dois estão interditados até que a Vigilância Sanitária emita um laudo para retornar as atividades. Jane que estava na carceragem da delegacia de Volta Redonda, foi transferida para uma unidade feminina do Complexo de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro.


Na saída da delegacia para o Rio, a comerciante não quis falar com os jornalistas. O delegado informou que o Kia Sportage da comerciante foi apreendido por ter sido usado como o meio para a prática dos crimes. O veículo está sob responsabilidade de uma das sócias da presa.


Mais notícias no site: http://www.destaquepopular.com.br/16626/Comerciante-que-catava-alimentos-no-lixo-e-transferida-para-carceragem-de-Bangu-no,-Rio.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário